Arquivo para categoria Servidores

Sistemas de arquivos e sistemas de arquivos

Da necessidade de montar um servidor Squid e um FTP na mesma máquina veio minha curiosidade: Qual o sistema de arquivos mais adequado para este.

Na teoria uma interface SATA II passa até 300MBs então se eu tenho um arquivo de 600MB eu conseguirei transferir este, por exemplo, da minha área de trabalho para o diretório /tmp em 2 segundo, na teoria, pois na realidade nós sabemos que isto não acontece, e isto ocorre por vário motivos, entre eles está a má qualidade do barramento da placa mãe, um Kernel mal projetado (no caso do Windows), um Shell mal projetado enfim, porém, vamos supor que a teoria aqui funcione perfeitamente e precisamos usar ela pra poder fomentar um tabela, precisamos de um ponto base para fazer os comparativos, levando em conta que todos os testes serão feitos na mesma máquina, com o mesmo barramento e com o mesmo disco rígido, os dados recebidos poderão ser analisados e terão veracidade.

Para estes testes estou usando uma arquitetura que imaginei hoje cedo, um P4 com dois HDs, um para o sistema operacional e outro para os testes, assim, não terei problema algum com os processos do Kernel usando os diretórios do sistema.

Imaginei esta arquitetura, pois, este servidor que estou montando irá usar sucata, sim, sucata, restos de computadores que eu fui juntando, como disse acima é um P4, dois discos rígidos SATA II, três placas de rede, fonte ATX 640, MB ASROCK.

Num sistema com RAID0 os dados são quebrados e enviados para os dois discos rígidos, ou seja, um arquivo de 600MB demoraria 1seg para ser transferido de um lugar para outro, num sistema normal demoraria 2seg como já informado acima. Acontece que o RAID tem suas complicações, uma delas me impediu de dar sequência e foi o fato dos meus HDs terem tamanhos diferentes, segundo a literatura para ter um RAID eficiente e sem perdas de performasse e peso é preciso ter HDs idênticos e se possível da mesma marca.

Robersonfox Desktop Ubuntu

Neste sistema que imaginei hoje cedo para meu servidor eu poderia chegar a uma velocidade semelhante a esta, veja bem porque, imagine um cliente do FTP fazendo um download de um arquivo, o SQUID fazendo seu cache e o sistema fazendo seus processos, todos trabalhando no mesmo HD, tudo iria pra a pilha do HD e iria demorar a escrever os dados, levando em conta que este HD tenha um disco e duas cabeças de leitura/gravação, isto causaria um certo estresse no sistema, agora imagine o SQUID num HD e o FTP em outro, o sistema em um terceiro ou juntamente com o SQUID porém em uma partição separada de um tipo diferente, neste casos os arquivos seriam copiados por inteiro e as funções seriam divididas pelos HDs desta forma causando menos estresse ao mesmos, as complicações das transferências são feitas pelo sistema, nós não precisamos nos preocupar com isto. Pois bem, até aqui conseguimos uma forma de aumentar a velocidade de gravação, mas, uma coisa tem que ser salientada, ela foi mencionada poucas vezes neste documento, estou falando do sistema de arquivos, qual seria o melhor sistema de arquivos para o sistema, qual seria o melhor para o server FTP e para o SQUID? Vamos lá, vamos pensar um pouco, o SQUID trabalha com muitos arquivos pequenos, o FTP com arquivos grandes e o sistema não se tem uma ideia certa. Segundo a literatura o EXT4 trabalha muito bem com arquivos de qualquer tamanho, então este fica para o sistema, o ReiserFS trabalha muito bem com arquivos pequenos e o XFS com arquivos grandes, então FTP -> XFS, SQUID -> REISER4, SISTEMA -> EXT4, segundo meus testes o mais rápido de todos foi o XFS seguido pelo JFS e depois o HFS plus movendo um arquivo de 732,80MB, a tabela ficou assim:

1o  XFS moveu 64,655MB/s
2o  JFS  moveu 62,504MB/s
3o  HFS+ moveu 59,562MB/s

A diferença entre o XFS e o HFS+ é enorme, para arquivos grandes. Já para arquivos pequenos a o HFS+ e o JFS ficaram na frente, o JFS ficando em primeiro lugar novamente.

1o JFS 0,003 segundos para mover um arquivo de 16.924 bytes.
2o HFS+ 0,003 segundos para mover um arquivo de 16.924 bytes.
3o XFS 0,048 segundos para mover um arquivo de 16.924 bytes.

Os testes foram feitos 10x, o tempo total de cada um foi somado e dividido por 10 para se ter a ideia do tempo exato que estes gastariam para transferir o arquivo.

Existem boatos de que o XFS tem sérios problemas com perda de dados, inclusive mencionam não usar este sistema de arquivos em computadores pessoais, não encontrei a fonte que diz isto, este sistema de arquivos se mostrou poderoso quando se deve trabalhar com arquivo grandes, é inclusive o único sistema de arquivos do meu conhecer que suporta até 8 exabytes de armazenamento em uma arquitetura 64bits. O JFS é muito seguro e se mostrou muito rápido é particularmente meu favorito e é suportado pela IBM em seus servidores. Já o HFS+ foi decepcionante, tem suas qualidades mas eu acho que nunca as usaria em um servidor como este que estou montando é o sistema de arquivos criado pela Apple Inc. para substituir o antigo HFS. O EXT4 para movimentar arquivos com permissões e tamanhos diferentes continua sendo o melhor. Não fiz o teste com o ReiserFS pois ele é incompatível com meu Kernel e porque não se sabe bem do futuro dele depois do incidente de Hans Reiser.

Related articles
Anúncios

, , , , , ,

1 comentário

Usar duas instâncias do apache em portas diferentes.

Pesquisei por tona a net e não encontrei um howto, em português, para fazer o apache escutar duas portas diferentes, assim sendo, tive que colocar a mão na massa e comecei por ler os “man pages“.

Caso você esteja passando pelo mesmo sufoco que passei siga atentamente os passos abaixo: Leia o resto deste post »

, , , , ,

2 Comentários

Corrigir erro: DBLua error: Got error 28 from storage engine

Caso você tenha enfrentado problemas em sua base de dados e ela tem mostrado o erro “Got error 28 from storage engine“, faça os procedimentos abaixo para solucionar:

Em seu painel de administração (cpanel), abra o o Mysql Databases, pode ser o PHP My Admin ou equivalente,

nele marque todas suas tabelas e escolha reparar, desta forma o erro será corrigido.

Você pode também usar o comando REPAIR TABLE <tabela>, isto, caso você tenha acesso ao terminal Mysql.

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Um App Engine Like no Ubuntu One

Atualmente estou envolvido em 5 projetos para o GAE (Google App Engine), um somente é software livre um ERP que rodará no GAE chamado jOpenERP <http://code.google.com/p/jopenerp/> que ainda não saiu do papel, mas, a página do projeto já está lá e aguardando soldados para se alistarem e contribuírem com este ;), hoje cedo passei pelo Launchpad (Launchpad é uma aplicação web e site web para o auxílio no desenvolvimento de software, particularmente software livre. Este projeto é desenvolvido e mantido pela Canonical Ltd. Fonte Wikipedia) e pensei, seria muito interessante se estivesse escrevendo estes aplicativos para o Cloud do Ubuntu o Ubuntu One o qual já escrevi aqui no blog, imagine um exercito de programadores de software livre escrevendo pequenos aplicativos para a nuvem do Ubuntu, os códigos fonte destes aplicativos sendo disponibilizados no Launchpad e sendo traduzidos por outros usuários e tendo automaticamente seus nomes adicionados como tradutores/colaboradores à página Sobre/Owner do aplicativo, e a Canonical obtendo renda pela venda de serviços para empresas ou interessados em maior “data storage”, e mais, para os desenvolvedores, este aplicativo poderia ser sincronizado automaticamente em seu diretório ~/Ubuntu One ou por SVN este decide, ou algo assim.
Imagine o mundo de oportunidades que isto criaria, estas ideias declaras acima não são nem a metade do que poderia ser alcançado a partir deste serviço.

, , , , , ,

1 comentário

Bloqueie conteúdo adulto sem instalação alguma em sua casa/escritório com o OpenDNS FamilyShield

O OpenDNS é um serviço gratuito de resolução de DNS que oferece os quatro servidores para uso público, mapeado para o servidor operacional mais próximo pelo roteamento Anycast.

O OpenDNS lançou a algum tempo um serviço chamado FamilyShield que érmite controlar o acesso a internet deixando assim estes computadores livres de conteúdo adulto, este serviço é gratuito e não requer contas ou assinaturas tão pouco downloads ou software para se instalar.

Leia o resto deste post »

, ,

1 comentário

Ubuntu One, compartilhar arquivos com o mundo

Esta nova versão do Ubuntu One está de longe melhor que sua anterior, agora já não faz muito sentido usar o Dropbox no meu Ubuntu.

Uma coisa que sentia muita falta era o fato de no Dropbox eu poder compartilhar os diretórios com terceiros e mais ainda, poder criar um link público de um arquivo dentro do meu PC, isto já é possível no Ubuntu One, então não existe mais motivo para você tirar um screenshot e colocar em outros servidores, pode fazer isto na sua máquina mesmo, ou outro caso, você tem um arquivo de sua autoria um applet para o painel do Gnome e colcoava ele para download antes no Dropbox, agora talvez não tenha motivos para deixar anda no Dropbox.

É certo que ainda faltam algumas coisas, o Dropbox dá mais espaço para armazenamento, o gerenciamento é bem mais maduro, porém, IMHO o Ubuntu One dá conta do recado, mesmo que não tenha todas as funcionalidades do Dropbox.

Para compartilhar um arquivo pelo site, por exemplo, logue-se e acesse: https://one.ubuntu.com/files vá até um local onde exista algum arquivo que você deseja compartilhar com qualquer um no mundo.

Escolha o arquivo e clique em More

Clique em seguida em Publish file

Você terá então uma URL, passe esta para quem quiser, assim poderá compartilhar coisas e mais coisas dentro do seu computador com outras pessoas que tenham o Ubuntu One instalado.

A URL que aparece é como a seguinte: http://ubuntuone.com/p/8fD/

, ,

Deixe um comentário

Google decide abandonar Windows por razões de segurança

Funcionários da Google confirmaram, na terça-feira (1/6), que a gigante das buscas e da publicidade online conduz uma transição oficial que a afastará do sistema operacional Microsoft Windows.

Leia mais Google decide abandonar Windows por raz̵es de seguran̤a. Faz sentido? РSeguran̤a РIDG Now!

, , ,

Deixe um comentário

Sucesso em “Avatar”, Canonical mira o mercado corporativo

Nos bastidores de Hollywood, o Ubuntu já é um sucesso. Em “Avatar”, filme do diretor James Cameron que já bateu todos os recordes de bilheteria, é ele o sistema operacional que dá apoio aos demais programas de efeitos especiais usados na ficção científica.

Sobre o Ubuntu, a empresa americana Weta Digital, responsável pelos efeitos do filme, despejou a infinidade de recursos que resultaram em uma produção em que cada minuto ocupa a surpreendente carga de 17,3 gigabytes de dados. Agora que conquistou o mundo imaginário criado por Cameron, o Ubuntu quer garantir seu espaço na “computação em nuvem”, conceito segundo o qual os recursos de tecnologia da informação (TI) são acessados via internet, sem a necessidade de estar instalados nas máquinas dos usuários.

Leia o resto deste post »

, , ,

Deixe um comentário

Agência de espionagem da China atacou o Google

IPs usados no ataque são de agências de espionagem do país

Em uma mensagem publicada em seu blog oficial, o Google afirmou que pelo menos outras 20 empresas de diferentes mercados também foram vítimas do mesmo tipo de ataque de origem chinesa que o afetou no final de 2009. Devido ao ataque, que visou informações pessoais e propriedades intelectuais relacionadas a ativistas de direitos humanos, a empresa pensa até mesmo em encerrar suas atividades na China.

Um relatório divulgado pela iDefense afirma que 33 empresas foram afetadas pelo ataque, e que os responsáveis direta ou indiretamente trabalhavam para o governo chinês. Duas fontes anônimas da iDefense afirmaram que os IPs usados no ataque são de agências de espionagem do país.

Oficialmente, a iDefense não confirma as informações das fontes. Empresas afetadas pelos ataques também não dão maiores informações sobre o que foi afetado e/ou as origens do problema.

Deixe um comentário

Pirate Bay encerra Tracker de Torrents

Um marco histórico no panorama dos P2P, o popular e irreverente site The Pirate Bay encerrou hoje o seu tracker de bittorrents.

Poderão com isto festejar todas as associações “anti-pirataria”, distribuidores, etc?
Dificilmente…

É que o site apenas fez aquilo que há muito era prevísivel: quando se é perseguido, apenas incentivam a que se façam as coisas de forma ainda mais difícil de detectar; neste caso, usando os sistemas DHT e PEX – ou outras alternativas

Com estes sistemas deixa de ser necessário um servidor centralizado (os tão famosos e perseguidos trackers) sendo todo o processo feito de forma distribuida pelos milhões de computadores na internet. Aliás, os fundadores do site estão a sugerir a todos os outros sites de trackers que tomem a mesma medida.

Vamos lá ver qual será o próximo passo das associações “anti-pirataria”, agora que deixarão de ter um “alvo” a abater….

 

Fonte: Sapo PT

, , , ,

2 Comentários

  • Follow Carl Roberson's on WordPress.com
  • Fallow me
  • Linux 20 Anos
  • Ubuntu LTS Trusty Tahr

    Lançamento da versão LTS do Ubuntu20 de abril de 2014
    Ubuntu LTS Trusty Tahr Chegou!!! http://www.ubuntu.com/download/desktop
  • Grafica Livre

  • O que estou lendo agora

  • Na minha estante me aguardando


    Literatura
  • Bookmark and Share